Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2009

Nossos votos para 2010

Entre as inúmeras mensagens de boas festas que recebemos, uma nos tocou profundamente, por ser de um amigo muito querido, grande batalhador pela Justiça e pela Verdade que deveriam nortear nosso sistema educacional, infelizmente nas mãos de pessoas preocupadas principalmente com seus interesses pessoais ou partidários.

Antonio, seus desejos são muito diferentes dos que temos recebido!...
Você é uma das pessoas especiais que sentem o que falam e praticam o que pregam. Por isto fizemos de sua mensagem a nossa. E a música que escolhemos para acompanhá-la traduz nosso desejo de paz para você e sua família, que merece recuperar toda a alegria perdida em anos de luta.

Um grande 2010 para você, a Solange e todos os seus familiares.
Que seus desejos se cumpram!

Ao expressar qualquer desejo de um feliz Natal,
que ele reflita nossas Ações.

Que nos encontremos não só na alegria que se sente

ao sair das lojas com presentes para as pessoas que tanto
amamos, mas também na vida triste da criança aban…

Retrospectiva 2009

Mais um ano de descaso da mídia a respeito do engodo da educação. Enquanto a sociedade brasileira não for informada sobre o que ocorre - de fato - na rede pública de ensino, nada poderá mudar. Tudo parte da opinião pública, e essa é totalmente manipulada pelos sindicatos da classe "docente" e pelos meios de comunicação, que dependem de verbas públicas para garantir o whisky 16 anos dos donos da mídia.

Diferente do ano passado, quando dividimos a retrospectiva em tópicos, este ano vamos relembrar os fatos e depoimentos mais significativos, mês a mês.

Janeiro 2009

Depoimento da professora Fátima Menezes
Aluna perde parte de dedo em escola pública do Rio
Depoimento da professora Karina Biasoli
A escola tabu, a Série 1 - Caso da EE David Eugênio dos Santos
A escola tabu, a Série 2 - Depoimento de um pai de aluno
SEE bloqueia acesso às notas do IDESP em seu site
A escola tabu, a Série 3 - Expulsão de 5 alunas por brincadeira na Internet

Fevereiro 2009

A escola tabu, a Série 4 - Escola expul…

Um tempo de esperança

Imagem
Recebi da amiga Helena Vasconcelos, professora de artes, a imagem dessa obra de Lucas Silva, aluno do Segundo Ano do Ensino Médio de uma escola pública de Riachão de Jacuípe, interior da Bahia.

Esta imagem, que simboliza os talentos desperdiçados do Brasil, pode também representar a esperança de tempos melhores, em que a sociedade brasileira desperte para o princípio de igualdade de condições na educação, a única ferramenta que poderá garantir a construção de uma Nação forte e solidária.
Feliz Natal para todos!

68 meses de injustiça

Imagem
Esta imagem tão "bonitinha" representa a podridão do sistema educacional. Ela foi criada pelo amigo Mauro Alves da Silva há quase seis anos, para ilustrar um caso CLÁSSICO de violência da escola contra alunos da rede pública. Algo que nunca ficaria impune na rede particular. Na EE Octacílio de Carvalho Lopes, em São Paulo, um professor incita seus alunos ao bullying contra um colega e o chama de "bicha" em plena sala de aula. O aluno apanha dos colegas, é xingado pelo professor e os pais resolvem denunciar. Caso raríssimo, já que os pais da rede pública dificilmente têm condições de transferir o filho para a rede particular e, na pública, ele vai ser perseguido até abandonar os estudos, seja qual for a escola para onde for transferido. Isso mesmo! Só se ele mudasse de cidade, pois as escolas de uma mesma diretoria de ensino se comunicam entre si e ficam de olho nos alunos considerados problema, que são chamados de "laranjas podres" (expressão em uso de no…

Mensagem de um professor

Imagem
Sou professor da rede pública estadual de ensino e vim demonstrar minha revolta e indignação com tudo o que acontece na educação em Araraquara e região. É angustiante como tudo acontece. Só quem convive o dia-a-dia nas escolas sente no espírito, na carne. a canalhice existente no funcionamento da maioria das escolas de Araraquara.

O clientelismo político que eu determino de politicagem sebosa prevalece nas relações internas do convívio diário e no trato dos recursos destinado ao funcionamento das nossas escolas. A CRISE QUE ASSOLA A EDUCAÇÃO PAULISTA CHAMA-SE CORRUPÇÃO e das grandes, daquelas que podemos determinar como MÁFIA EDUCACIONAL. Existe uma máfia agindo em toda a diretoria regional de ensino de Araraquara para desviar os recursos destinados à educação e quando não são desviados são utilizados de forma incompetente e irresponsável. Uma síntese do que acontece na educação de Araraquara hoje: cada escola tem um deputado ou um político influente da cidade determinando o funcioname…

É assim que se faz!

Imagem
Recebemos mensagem de mais uma mãe que soube defender os direitos da filha, vítima da inércia e do descaso do sistema educacional, principalmente em Araraquara, a "ponta do iceberg" da corrupção em todo o Estado. Senhores pais, leiam abaixo o documento que ela encaminhou ao Conselho Tutelar e ao Ministério Público e o usem como exemplo!
A FALTA DE AULAS E A AULA VAGA CONSTITUEM OFERTA IRREGULAR DO ENSINO, CONTRARIANDO O ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE:
ART. 54 - É dever do Estado assegurar à criança e ao adolescente:
VII - atendimento no ensino fundamental, através de programas suplementares de material didático-escolar, transporte, alimentação e assistência à saúde.
§ 1° - O acesso ao ensino obrigatório e gratuito é direito público subjetivo.
§ 2° - O não-oferecimento do ensino obrigatório pelo Poder Público ou sua oferta irregular importa responsabilidade da autoridade competente.
Parabéns, Josélia, essa é a atitude que todos os pais deveriam tomar para garantir o direito …

Quem salva uma criança salva a humanidade

Imagem
Não sei qual a autoria da frase do título, quem repete sempre isso é o amigo Mauro. Diante das dificuldades do nosso trabalho, que é totalmente voluntário e muito ingrato, já que conseguimos apenas "migalhas", é sempre uma grande satisfação quando recebemos mensagens positivas. Lembram da aluna de São João da Boa Vista, acusada de ter colocado fogo na lixeira da classe? Ela foi expulsa pelo Conselho de Escola e arrastada para um tribunal, mas foi finalmente inocentada pelo juiz, que desmascarou os colegas e a diretora da escola, que incentivou a difamação. Acabamos de receber uma mensagem da irmã, informando sua formatura. Parabéns, Francieli! Estamos felizes com o seu progresso e esperamos tê-la conosco no futuro, como advogada que defende os direitos dos alunos.

Giulia, dia 16 de dezembro é a formatura da minha irmã. Graças à sua orientação tivemos como lidar com a ditadura da diretora e conselho de escola, e ela pôde voltar às aulas inocentada e de cabeça erguida. Seu trab…

Eduque seu professor!

Imagem
O EducaFórum divulga a cartilha Como educar meu professor, de nosso amigo Mauro Alves da Silva, o maior conhecedor de legislação educacional em todo o país. Veja a justificativa do Mauro na elaboração da cartilha, que contém 10 lições:
Uma educação pública de boa qualidade exige professores bem educados. Já que os governantes e os políticos, nem as faculdades, não educam nosso professores, os alunos, as mães, os pais e a comunidade devem assumir o compromisso público de educar nossos professores.
DIGAM AO SEU PROFESSOR:
1) Escola não é segunda casa e nem segunda família.
2) Professor não é “amigo do aluno”… professor não é 2º pai do aluno… professor não é 2ª mãe do aluno!!!
3) Professor e professora são profissionais pagos com o dinheiro de todos… professor é pago com o nosso dinheiro…
4) Professor não é santo abnegado. Aqui em SP, o piso salarial é de R$ 1.500,00 para uma jornada de 40 horas semanais…
5) Professor não é coitadinho. Muito político tem parente vendendo aulas em escolas públic…

Blog da Edilva Bandeira

Imagem
A professora Edilva Bandeira é das poucas pessoas, no Brasil, que falam de educação não apenas de forma teórica, mas a partir da vivência em sala de aula. Parece óbvio que os profissionais da educação deveriam discutir educação a partir de sua prática, mas no Brasil não é assim.

A maioria daqueles que determinam a política educacional do país e que estão encastelados, dependurados, nas secretaria da educação de todo o Brasil, nunca pisaram numa sala de aula - ou então conhecem apenas a realidade da rede particular, esse feudo que garante a manutenção das distâncias sociais no país.

Para esses profissionais, o aluno costuma ser apenas um número, quando não um empecilho ao seu comodismo, já que eles vêem a educação apenas como emprego, no pior sentido da palavra. Sim, pois o emprego não é apenas uma forma de buscar o sustento, pode ser a ferramenta que promove mudanças positivas na sociedade e no mundo. Infelizmente, no Brasil, a educação é reduto dos sindicatos da classe, numa inversão d…