Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2007

Reprovação não resolve

O professor Pedro Antonion, de Itaocara - RJ, nos enviou esta mensagem:
Em 2005 foram reprovados mais de 8 milhões de alunos.
Em 2006 o desempenho dos alunos nas avaliações nacionais foi o pior possível.
Taí a prova material de que a reprovação não melhora a qualidade de ensino.

Quantos milhões de alunos ainda vamos ter que reprovar, violando a Constituição e o Estatuto da Criança e do Adolescente, para continuar provando que a reprovação não melhora a qualidade de ensino?
-mais 8 milhões?...mais 10 milhões?...todos os alunos?...
Geralmente, os professores defendem a "pedagogia da repetência", pois no ano seguinte o aluno vai se ver com outro profissional e assim passa-se o problema para outras mãos. São raros os profissionais como o professor Pedro, que entendem a necessidade de ENSINAR e não de reprovar. Se houvesse estudos sérios em educação no Brasil, saberíamos quantos alunos repetentes abandonam os estudos e acabam sendo recrutados pela marginalidade. Mas isto não interessa …

Morte aos Severinos

Do blog da nossa amiga mineira professora Glória Reis
O primeiro da lista de mortos na cadeia pública de Ponte Nova é Severino dos Santos Custódio, de 28 anos. Ele não tivera nem mesmo uma audiência com o juiz. Severino era um dos milhares de presos brasileiros que são jogados numa cela pela polícia e ali ficam, como lixo, na chamada prisão preventiva, esta excrescência que só vale para "severinos". Dos 25 mortos, 20 estavam em prisão preventiva.

“Ele trabalhava comigo na granja. Se meteu numa briga boba e foi preso”, diz o irmão de Severino, sempre olhando para baixo e com a carteira de trabalho do irmão no bolso da camisa.
Cumpre-se a sina neste país de matar seus severinos. Severino não era ladrão, corrupto, nem assassino como Pimenta Neves, apenas envolvera-se numa briga. Mas, como era severino, foi preso. E morreu queimado dentro de uma cela.
E se somos Severinos iguais em tudo na vida, morremos de morte igual, mesma morte severina: que é a morte de que se morre de velhice antes…

A SEE vai mudar?

Ao que tudo indica, a Secretaria Estadual da Educação vai mudar sua sede para aquela da APEOESP, como vem prevendo nosso amigo Mauro do COEP (leia no blog da Cremilda, link ao lado).
A APEOESP é o maior sindicato de professores do País e seu "bom" exemplo é seguido por toda a classe docente do Brasil. Ela ameaçou uma paralização para hoje, 24 de agosto. Na melhor das hipóteses, os professores vão ter mais um final de semana prolongado, que ninguém é de ferro...
A APEOESP ganhou o prêmio QUALITY, concedido pela International Quality Service e pela - PASMEM - Sociedade Brasileira de Educação e Integração (!!!), por ser o sindicato que mais consegue tirar professor da sala de aula e levar para a rua. Parabéns, APEOESP! Nós, pais de alunos da rede pública, nós que pagamos o salário dos professores, entendemos perfeitamente que eles precisam ganhar mais, para poderem escolher uma escola melhor para seus próprios filhos! Afinal, também a rede particular está cada vez pior e agora o…

Mais uma escola fechada!

Segue documento que acabamos de encaminhar ao Governador José Serra e à nova Secretária da Educação. Assunto sério!
E d u c a F ó r u m
Prof. José Serra - Governador do Estado de São Paulo

Profª Maria Helena Guimarães de Castro - Secretária da Educação do Estado de São Paulo

Ref.: Negação de vaga em São Paulo / Fechamento de escola
Prezado Sr. Governador, prezada Sra. Secretária e demais autoridades copiadas neste e-mail,
Foi com grande espanto que recebemos a mensagem de uma criança de onze anos pedindo desesperadamente uma vaga na EE Prudente de Moraes, que pertence à DE Centro. Trata-se da menina ............................, que completou a 4ª Série no ano passado. A família mudou-se para o bairro da Luz e essa é a escola mais próxima da residência, aliás a única para onde a criança poderia ir a pé.
Desde o início do ano a mãe da menina está tentando conseguir a vaga e foi encaminhada para diversas instâncias, inclusive para o Conselho Tutelar, sem obter êxito. Foi uma verdadeira …

Fiquei feliz!

Cheguei de viagem e já fiquei estressada: dá para acreditar que uma criança promovida para a 5ª Série foi transferida para uma escola distante e ficou sem vaga no bairro?... A mãe bateu em todas as portas: Secretaria da Educação, COGSP, Diretoria de Ensino, Conselho Tutelar, no entanto a menina não teve sequer um dia de aula este ano!!!
Agora o assunto está com a promotoria e as “dondocas” que lotam esses órgãos públicos vão ter que se explicar. Negar vaga para uma criança na escola é crime – e quem se omitiu é cúmplice!

Bem, como esse assunto já está praticamente solucionado, vamos para outro bem mais prazeroso: sabem meu livro O Estuprador, aquele texto “maldito” que somente os tarados lêem, pensando que se trata de pornografia?... Leiam em capítulos aqui

A história trata de um aluno pobre discriminado na escola e é baseada num fato verídico do qual infelizmente não consegui saber o desfecho. Por isso inventei um “final feliz” para essa história pra lá de triste.

Mas vejam que surpresa!…

PC antipedagógico

São tantas as falhas do ensino público no Brasil que a gente não se surpreende com mais nada. O pior de tudo é prever os desmandos e não poder fazer nada para evitá-los.
Quando o prefeito Paulo Maluf começou a "informatizar" as escolas, rios de dinheiro público foram desviados para a compra de milhares de computadores que até hoje, dez anos depois, só servem de enfeite. De lá para cá, a "informatização do ensino" passou a ser considerada importante e praticamente todos os governos municipais e estaduais do país foram adquirindo e "enfiando" computadores nas escolas. No entanto, a maioria das unidades deixa os aparelhos encostados em lugares inadequados para o uso e aquelas onde os computadores estão devidamente instalados não sabem o que fazer com eles. Os professores não são treinados e não existe projeto interdisciplinar para utilizar a informática com fins pedagógicos. Seria ingenuidade acreditar que uma escola onde nem mesmo a biblioteca é utilizada c…

O macaco tá certo!

Deu no blog da Cremilda, http://cremilda.blig.ig.com.br/

O governo de São Paulo vai pagar gratificação por "freqüência" e "atividade" aos aposentados das escolas públicas

Isso só acontece no Brasil, o país da piada pronta (segundo o Macaco Simão, da Folha de São Paulo).
O governador não recorreu da decisão do Tribunal de Justiça de SP que concedeu um mandado de segurança para que os professores aposentados recebam o "bônus" relativo ao ano de 2002...
(leia aqui: Governo vai pagar gratificação a 37 mil aposentados da Educação, Folha Online de 09/08/2007).

Essa é para todos os reles mortais aposentados perceberem a diferença entre o magistério e as restantes categorias: não basta professor ter aposentadoria integral precoce, ele agora também "faz jus" à gratificação por "freqüência e atividade".

Essa é para quem ainda não entendeu o motivo da falência da escola pública: ela está na mão de uma classe relapsa, que pode se dar ao luxo de continua…

Prêmio IgNóbil deEducação 2007

Vamos continuar aqui discutindo as candidaturas ao Prêmio IgNóbil de Educação 2007, instituído pelo Movimento Comunidade de Olho na Escola Pública. Na minha opinião a Rede Globo mereceria um troféu Hors Concours pelo conjunto da obra, pois continua apenas mostrando um lado da violência escolar, aquele em que a vítima é a classe docente. Em vez de entrevistar especialistas que possam interpretar esses casos com conhecimento de causa e mostrar novos rumos para a educação, a Globo limita-se a fazer reportagens tendenciosas. Leiam com muita atenção o texto do Mauro Alves da Silva sobre o desempenho da Rede Globo. Ainda tem tempo: o prêmio sai apenas em outubro.

O caso da Escola Classe 8
Qual deve ser a "punição" para uma criança de 10 anos que "costumava cantar e falar palavrões durante as aulas"? Depende... Se o caso acontecer na Escola Classe 8, em Brasília-DF, a professora, a direção, a Secretaria de Educação e o governador acham "normal" suspender a criança…

Só não alfabetiza quem não quer

Sensacional matéria publicada pela revista Nova Escolahttp://revostaescola.abril.com.br/ mostra que só não alfabetiza quem não quer. A matéria de capa deste mês apresenta o trabalho da professora Mariluci Kamisaka, que dá aula na EE Maria Odila Guimarães Bueno para uma turma de 31 crianças da favela Heliópolis, em São Paulo. Mariluci declara que, até o final do ano, terá alfabetizado TODAS elas. No final do primeiro semestre, metade da turma já estava na fase alfabética, ou seja, as crianças conseguiam representar cada fonema por uma letra. Certamente, até o final do ano todas terão atingido esse nível e poderão entrar na 2ª Série já alfabetizadas, precisando apenas corrigir os erros de ortografia e gramática.

A matéria mostra que Mariluce não inventou nenhum método mirabolante, apenas segue os Indicadores de Qualidade da Educação oficiais. Sem querer minimizar o belíssimo trabalho nem o mérito dessa profissional, mas trocando em miúdos para os pais as etapas necessárias para conseguir…

Perguntar ofende?

Mais um texto genial da nossa amiga Cremilda, tudo a ver com a questão das cobranças ilegais nas escolas públicas e, principalmente, com o "plano de carreira" dos profissionais. Perguntar não ofende, mas a resposta nunca vem!
Se perguntar não ofende...
A função de um Coordenador Pedagógico na escola é a de orientar os professores.
Um professor procurado por roubo e desacato exercia a função de Coordenador Pedagógico na Escola Wilma Flor em São Paulo, Zona Leste. Brigou com a direção por causa de cobrança ilegal de carteirinha. A pergunta que não quer calar: será que ele brigou na hora da divisão do bolo? Impossível ser meio honesto.
Se o professor era sério e estava preocupado com a cobrança ilegal, pois muitas vezes o aluno não pode pagar, ele seria procurado por roubo?...
Ainda na Zona Leste, na Escola Adelaide Ferraz de Oliveira, um professor acusado de uma porção de delitos exerce também a função de Coordenador Pedagógico. Era professor na Escola Octacílio de Carvalho Lopes…

Cobranças abusivas

A matéria que segue foi publicada no site Aprendiz, http://aprendiz.uol.com.br e esperamos que a nova Secretária da Educação do Estado , Maria Helena de Castro, preste atenção nas falas dos pais e alunos e oriente bem as escolas sobre as ilegalidades cometidas. Já havíamos solicitado à Secretária anterior que pedisse ao departamento jurídico da SEE um posicionamento claro com respeito às cobranças abusivas, ao uso obrigatório do uniforme, à aula vaga e, principalmente, à expulsão de alunos via Conselho de Escola. Infelizmente não obtivemos retorno e esperamos que a nova Secretária tenha maior compromisso com a comunidade. Como já reivindicamos inúmeras vezes, as denúncias dos pais e alunos deveriam ser recebidas e publicadas no site da SEE, que até hoje serviu apenas como "vitrine" da Secretaria. Quanto à Central de Atendimento da SEE, trata-se de um "buraco negro", como foi chamado por uma mãe que nos contatou. Esperamos que haja finalmente melhoras no trato com a…

No meio da rua

É um filme lindo, que assisti quase por acaso. Filme nacional, que narra uma amizade impossível, entre um garoto de classe média alta e um menino malabarista de farol. Dois cidadãos brasileiros que nunca teriam condição de se conhecer em circunstâncias normais. O filme mostra um pouco do Rio de Janeiro como ele é, da mansão à favela, com diálogos realistas e cenas tocantes. Pena que os atores "globais" deixem a desejar... Em compensação, todas as crianças do filme tem um desempenho surpreendente.
Recomendo!