Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2013

Muita luz em 2014 para todos os pais e alunos do país!

Obra de Fernando Naviskas

A escola que deseduca XVI - "Formar cidadãos conscientes"

A charge acima, uma das mais "badaladas" nas redes sociais, mostra claramente o que a sociedade pensa do aluno brasileiro: um criminoso em potencial. É a tal demonização do aluno, da qual sempre falamos aqui. Trata-se de uma cortina de fumaça para abafar o fracasso da escola, incriminando a vítima.

Ética é um assunto ignorado dentro da escola, como se não houvesse necessidade de ser discutido - e mais, como se a escola costumasse comportar-se de forma ética... Em seu novo artigo, Ética na escola e na vida (infelizmente não disponibilizado na Internet pela VEJA, perfeita representante do capitalismo selvagem, rs), Gustavo Ioschpe traz finalmente esse assunto tabu, envolto em quilômetros e quilômetros de panos quentes, em toda a extensão nacional.
Apesar de algumas discordâncias, temos em Gustavo Ioschpe um grande "parceiro" na cobrança de uma escola pública eficiente e ética. Há anos este Fórum denuncia A escola que deseduca e A escola tabu. Basta acionar a busca do b…

Mais uma vez, a demonização do aluno!

Mais um ano letivo está terminando. Mais uma vez, o aluno da rede pública de ensino foi prejudicado em seu direito a uma escola pública de qualidade. Isso, em média, pois existem no país ilhas de excelência, onde a política educacional é acertada e os resultados positivos. O problema é que os bons exemplos ficam localizados e não são reconhecidos nem adotados em nível nacional. O país continua sem currículo unificado, os planos de educação, em nível nacional, estadual e municipal, continuam cozinhando em fogo lento, apenas para mostrar serviço, pois os filhos dos políticos, das autoridades educacionais e dos formadores de opinião estudam na rede particular.
Esse é o motivo pelo qual a mídia também fica indiferente à questão educacional. Para quê os formadores de opinião se preocupariam com o ensino público, aumentando o risco de competição de seus próprios filhos para entrar nas universidades públicas, as únicas que oferecem ensino superior decente?...
O Brasil continua o país de Gerson…

Ufa, tomaram providências! Até quando?...

Como sempre reiteramos, nosso trabalho é bem sucedido "no varejo", mas quase nada podemos fazer "no atacado", ou seja, a melhora da rede pública de ensino, no país como um todo, depende de uma mudança de mentalidade que a sociedade brasileira ainda não está disposta a enfrentar.
Nebuloso?... Só se você estiver acessando este blog hoje pela primeira vez. 
A questão é complexa, mas nada que não se explique. Existem dois grandes problemas a resolver:
1. A qualidade do ensino A qualidade de ensino não depende de nós, pais de alunos há 20 anos engajados no suporte e orientação a outros pais e alunos de escolas públicas. Enquanto os formadores de opinião, que podem (e preferem) escolher uma escola particular para separar seus próprios filhos dos filhos dos "outros", não entenderem o princípio de igualdade garantido na Constituição, a rede pública de ensino, estruturada e gerida por esses mesmos formadores de opinião, não vai melhorar em qualidade. O lobby da escola…

Manifestação pacífica não dá mídia!

Após as manifestações de junho, que levaram milhões às ruas de todo o país, a sociedade continua inquieta mas cautelosa, para que suas cobranças legítimas não sejam confundidas com "vandalismo". Essa é a palavra mágica que tem afastado os cidadãos das ruas. 
O fenômeno é interessante: em junho, a multidão era enorme e o vandalismo mínimo. Quando as manifestações diminuíram de tamanho, mesmo com objetivos válidos e importantes, o vandalismo, simbólico ou gratuito, cresceu e foi se tornando o assunto principal. Hoje, manifestação pacífica não dá mídia! 
A grande mídia, no Brasil, está nas mãos do governo e de grandes corporações, principalmente financeiras, que só querem saber de barulho se for para responsabilizar o cidadão comum pelos atentados à "ordem" e para inibir sua livre expressão, ameaçada pela repressão certeira da polícia.
Já postamos aqui diversas informações sobre a associação Auditoria Cidadã da Dívida, da qual participamos e que trocamos em miúdos na car…

Conselho de Escola não pode virar QUADRILHA!!!

Entende-se por quadrilha um grupo de pessoas que se reúnem para burlar a Lei. Isso é o que mais acontece nas escolas públicas de todo o Brasil! A rede pública de ensino não oferece nada do que está na Constituição Federal, assim prejudicando o desenvolvimento das nossas crianças e jovens:
Art. 206. O ensino será ministrado com base nos seguintes princípios: I - igualdade de condições para o acesso e permanência na escola; II - liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar o pensamento, a arte e o saber; III - pluralismo de idéias e de concepções pedagógicas, e coexistência de instituições públicas e privadas de ensino; IV - gratuidade do ensino público em estabelecimentos oficiais; V - valorização dos profissionais da educação escolar, garantidos, na forma da lei, planos de carreira, com ingresso exclusivamente por concurso público de provas e títulos, aos das redes públicas; (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 53, de 2006) VI - gestão democrática do ensino público, na forma d…

Contra expulsão de alunos, suspensão e negação de acesso à sala de aula!

Como todo ano, o segundo semestre é o "campeão" na expulsão de alunos, tanto
na rede pública quanto na particular! Nesta época, nosso e-mail LOTA de mensagens sobre expulsões a rodo, suspensões de alunos e negação de acesso à sala de aula, mesmo com alguns minutos de atraso ou por falta de uniforme, por falta de material etc.

De uma vez por todas! A LEGISLAÇÃO BRASILEIRA, SEJA NA CONSTITUIÇÃO FEDERAL (Art. 206) , NO ECA (Art. 53) E NA LDB - LEI DE DIRETRIZES E BASES DA EDUCAÇÃO (Art 3º), GARANTE AO ALUNO

ACESSO E PERMANÊNCIA NA ESCOLA

Quando o aluno é vítima de uma dessas corriqueiras, lamentáveis e ilegais práticas, a escola incorre em CRIME DE RESPONSABILIDADE! Cobre seu direito de PERMANECER NA ESCOLA ONDE ESTÁ MATRICULADO E DE ASSISTIR A TODAS AS AULAS, TODOS OS DIAS, mesmo entrando na segunda ou na terceira aula! E mais: cobre PADRÃO DE QUALIDADE, como garante o Art. 3º da LDB! Cobre também o fim da AULA VAGA, essa vergonha nacional na qual o Brasil é certamente campeão mu…

A voz do educador 3 - O raro respeito pelo aluno

Felizmente, no meio da avalanche de queixas de pais e alunos a respeito da incompetência pedagógica de escolas públicas e particulares, recebemos também mensagens de bons educadores, preocupados com o aluno e - infelizmente - confirmando as práticas equivocadas de profissionais que não merecem o salário que recebem. A mensagem abaixo é do professor Mauro, que nos escreve do estado da Bahia: 
Sou professor da rede pública estadual na Bahia. Algumas práticas em relação aos alunos estão me incomodando, pois não concordo com as mesmas. Exemplo: professores que por motivação banal (conversas paralelas, brincadeiras etc.) retiram os alunos da sala de aula, deixando-os de fora e inclusive impedindo-lhes de assistirem suas próximas aulas como punição. Outros impedem aos alunos que chegam atrasados e ou que não trazem o material didático de assistirem suas aulas. Por favor, ajudem-me a compreender estas práticas e se estou equivocado em não agir da mesma maneira. EM QUE OCASIÃO O ALUNO PODE SER…

Será que o "demônio" é o aluno??????????????????????????????

A culpabilização do aluno pelo fracasso da escola está em pauta há décadas, ou seja, o aluno é considerado responsável por todas as mazelas da rede pública de ensino. Trata-se de uma cortina de fumaça para disfarçar o verdadeiro problema, que é a FALTA DE VONTADE POLÍTICA para se ter uma escola pública de qualidade no Brasil. O lobby da escola particular, tentando abocanhar um pedaço cada vez maior desse mercado, mexe seus pauzinhos e agradece!
De alguns anos para cá os índices nacionais e internacionais estão envergonhando demais o país e assim, para abafar a questão e não ter que se tomar medidas mais efetivas, a culpabilização do aluno foi virando DEMONIZAÇÃO. Com a ajuda da "grande mídia" (já que filho de jornalista estuda na escola particular...), qualquer motivo é válido para demonizar o aluno da rede pública, esse "marginal" que agride o professor, que passa o dia fazendo bullying, que não quer nada com o estudo e por aí vai!
Os pais de alunos estão cada ve…

Expulsão de alunos e outras "banalidades"...

Em junho estivemos no gabinete do Prof. João Palma, Secretário Adjunto da SEE, chorando nossa "viuvez", já que perdemos o Prof. José Benedito, o único que atendia imediatamente as reivindicações e demandas de pais e alunos da rede estadual. Após ter sido destituído da coordenadoria da COGSP, o José Benedito preferiu candidatar-se a prefeito em sua cidade natal e, por esse motivo, nosso trabalho tem sido árduo durante todo o ano.
O Prof. João Palma é muito educado, mas prefere não se envolver com questões de pais e alunos, seu compromisso é com a classe docente, como aliás toda a cúpula da SEE. Por isso ele recomendou que procurássemos a nova Subsecretária da SEE, Prof.ª Rosânia, que não nos atendeu até hoje. Não pudemos porém esperar o agendamento, pois os problemas foram se avolumando e exigindo solução. No dia 12 de setembro fomos então à Subsecretaria, (Mauro, Tertuliano, Cremilda e eu), levar para duas assessoras os problemas das 15 escolas abaixo relacionadas, recebemos …

Iniciou a temporada de expulsão de alunos a rodo!

Como você leu no último post, iniciou a temporada de expulsão a rodo de alunos das escolas, prática difusa nas redes pública e - pasme! - particular! Na verdade, não existe época "certa" para a expulsão de alunos, ela pode ocorrer em qualquer momento durante o ano, mas o segundo semestre costuma ser o campeão e há diversos casos pendentes. Estamos aguardando uma reunião com a Subsecretária da Educação Estadual e vamos cobrar!!!

Quanto ao aluno do último post, já está em outra escola, onde foi muito bem recebido, o que mostra o seguinte: as escolas que têm o hábito de expulsar alunos costumam ser incompetentes e autoritárias, portanto a nossa sugestão é sempre que os pais procurem uma melhor. Quanto à escola de onde esse aluno foi expulso, trata-se da EE Miguel de Cervantes, na DE Leste 1, cuja nota do IDESP no Ensino Médio não chega a 2 (sobre 10...). Quase todas as escolas estaduais que expulsaram os alunos que ajudamos a reintegrar são "escolinhas de 1,99"!

Exigência de uniforme e expulsão sumária de aluno! Que escola é essa???

A pobreza do nosso sistema educacional continua colocando o uniforme no topo das prioridades, como denunciamos aqui há anos. Por isso, muitos colégios impedem a entrada dos alunos sem uniforme. É um sistema educacional BURRO e INCOMPETENTE, que valoriza mais o vestuário do que o conhecimento e o aprendizado. Um sistema educacional que quer UNIFORMIZAR os alunos, para que fiquem tão BURROS e INCOMPETENTES quanto ele próprio. 

O sistema é também hipócrita, pois toda vez que comunicamos à Secretaria da Educação que uma escola obriga os pais a adquirirem o uniforme e impede o acesso de alunos não uniformizados à sala de aula, a resposta é que isso "não existe", já que a obrigatoriedade do uniforme é proibida, de acordo com a Lei estadual 3.913/83. Segue então a imagem da "nota fiscal" de compra do uniforme, realizada por uma mãe com muito sacrifício. Foram suados R$ 163,00 que ela teve que desembolsar, caso contrário seu filho seria impedido de entrar na escola! 



Mas a q…

Bancos? Deixa quebrar!

Não, não estou autorizando ninguém a quebrar bancos! rs
Estou apenas contestando o absurdo prestígio de que os bancos, principalmente os grandes, gozam junto à população brasileira. Existe um imenso PAVOR de que os bancos possam quebrar. O país inteiro se assusta ao pensar que as instituições bancárias possam falir e assim se dobra ao seu domínio.
Justo os menores correntistas são os mais apavorados, como os aposentados ou até a dona de casa que, pela primeira vez em sua vida, recebeu um cartão de banco, no caso, do programa Bolsa-Família. Já pensou se esse rico dinheirinho for engolido na quebradeira?...
Saiba que ESSE PERIGO NÃO EXISTE! Todo correntista que tiver até R$ 100 mil no banco ou na poupança pode ficar tranquilo: mesmo que seu banco quebre, o governo garante a reposição desse dinheiro. E, provavelmente, 99% da população brasileira profissionalmente ativa têm menos de R$ 100 mil investidos em bancos. Ou não?
Pronto, está então comprovado que banco pode quebrar à vontade, i…

CONVITE - Entenda como enfrentar a DÍVIDA PÚBLICA!

Já falamos bastante aqui sobre a DÍVIDA PÚBLICA, agora até as crianças sabem o que é!
Venha então à AULA ABERTA sobre a DÍVIDA PÚBLICA, na próxima QUINTA-FEIRA, veja o convite!


Somente no ano de 2012 os gastos do Governo Federal com o pagamento de juros e amortizações da Dívida Pública consumiram 45% de todo orçamento da União, totalizando R$ 753 bilhões de reais. 

Mas afinal, de onde vem essa dívida?

Na aula aberta a Professora MARIA LÚCIA FATORELLI, ex-Auditora Fiscal da Receita Federal e fundadora da AUDITORIA CIDADÃ DA DÍVIDA, irá abordar diversas questões como: 

1 - A história da dívida
2 - O endividamento no Regime Militar
3- A ilusão do pagamento da dívida externa
4- Irregularidades e indícios de fraudes
6- A concentração de capital no sistema financeiro 
5- O acobertamento midiático
6- Como enfrentar essa questão, e muito mais.

O Brasil é um dos países que paga os juros mais altos do mundo, e mesmo com um orçamento altíssimo não consegue realizar os investimentos sociais tão necessários, …

Socorro, o BRASIL tem cheque especial!

Uma cartilha cidadã para crianças... de todas as idades


O que são impostos? É o dinheiro que todo cidadão paga para o governo. Sabe por que se chamam impostos? Porque eles... nos são impostos, ou seja, temos que pagar!
Mas quando é que o cidadão paga impostos para o governo? Não dá pra resumir. Mas tem um tipo de imposto que você pode entender: uma parte do preço de todos os produtos são impostos e a loja ou a fábrica separa aquele dinheiro e deposita para o governo. Então, quando a gente compra algum produto, a gente está pagando impostos.
E o que o governo faz com esses impostos? O governo se compromete a gastar esse dinheiro para melhorar nossa saúde, educação, segurança e outros serviços, chamados SERVIÇOS SOCIAIS.
Quem decide os impostos que vamos pagar? O Brasil é uma democracia, ou seja, todas as decisões do governo são tomadas por nossos representantes, que nós próprios elegemos. Para quê? Para que o nosso país seja um lugar justo e bom para TODOS que nascem e vivem aqui.
Mas será que …