Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2017

Dislexia já tem solução no sistema educacional brasileiro?

A retrospectiva do último setênio, iniciada em fevereiro, mostra os espantosos "buracos" do nosso sistema educacional! Um deles é a dislexia, um assunto que pesquisamos há uns quinze anos, desde que colaboramos com o Fantástico (quem diria, hein?, o EducaFórum colaborando com o Fantástico... rs) em sua primeira reportagem sobre o assunto. Na verdade, aquela foi a primeira reportagem sobre dislexia exibida na televisão brasileira, por isso nos interessamos em colaborar e apresentamos ao Fantástico uma moça disléxica para dar seu depoimento. Pasmem! Hoje, aquela moça é uma mãe que passou com o próprio filho os mesmos problemas que precisou enfrentar por causa da terrível falta de preparo das escolas brasileiras em tratar os alunos disléxicos e portadores de TDAH. Nossa última postagem sobre dislexia é do ano 2011 e a reproduzimos abaixo, mas ainda hoje recebemos enxurradas de mensagens de pais de alunos desesperados, por não saberem o que se passa com seus filhos que apresenta…

A rede estadual de São Paulo CONTINUA fechando salas e turnos!

Ao fazermos a retrospectiva do setênio 2010-2016, relembramos um post que resume as conquistas das Escolas de Luta, sem dúvida o mais importante fato que marcou a educação nos últimos anos. Infelizmente essas conquistas estão sendo prejudicadas pela ação da Secretaria Estadual da Educação, que continua fechando salas e turnos na surdina, como tem sido denunciado aqui. A denúncia mais uma vez revela a má fé do governo Alckmin, que não divulga o número de alunos por sala nas escolas, como sempre cobramos no blog. Assim a "reorganização" continua como previsto pela Secretaria, prejudicando milhares de alunos, principalmente aqueles que precisam estudar e trabalhar ao mesmo tempo!


Dezembro de 2015

As históricas conquistas das Escolas de Luta

Neste país sem memória nem interesse em vencer o apartheid educacional que impera desde o "descobrimento", a ocupação de mais de 200 escolas por seus alunos não foi compreendida pela população em geral e muito menos pelos pais e alun…

Superdotados: invisíveis, como a escola quer!

Dando continuidade à retrospectiva do setênio, segue um post que mostra a "invisibilidade" dos alunos superdotados nas escolas brasileiras. Eles são invisíveis para o sistema educacional, que não sabe o que fazer com eles, portanto prefere ignorá-los. Mas precisam se tornar invisíveis dentro das escolas que frequentam, para não serem hostilizados e perseguidos!

Janeiro de 2004
"O ano passado terminou com uma enorme satisfação! Foi a solução de um caso antigo, iniciado há mais de um ano e meio, mas que só agora foi resolvido à altura.
Em maio de 2012 entrou em contato conosco Claudemir, pai de Valéria, uma menina muito precoce, já alfabetizada aos 6 anos, e mais do que apta a cursar o 2º ano, o que estava sendo negado pela rede pública, apesar de a legislação permitir a reclassificação de alunos. A muito custo, após diversas romarias na Diretoria de Ensino, na Secretaria da Educação, na Defensoria de Direitos da Criança e do Adolescente e pedindo o apoio de Ongs, finalmente…

"Democramole" na educação

Já que este blog é muito antigo, e que a cada 7 anos termina um ciclo, separamos alguns posts desde 2010, para avaliarmos o caminho andado na educação. Se a única realidade da vida é a mudança, o que será que mudou, de lá para cá?...

Janeiro de 2010

"Há décadas, o Brasil é considerado campeão da injustiça social. Não porque a exploração ou a repressão sejam ostensivas, pelo contrário. Onde a exploração e a repressão são evidentes, a solução é clara e só depende de coragem para o confronto.
No Brasil a injustiça social é velada e covarde. O apartheid inicia na escola, num consenso que já vem de gerações: onde se viu a patroa misturar seus filhos com os da empregada, nos mesmos bancos escolares?... Ou mesmo numa escola pública de outro bairro?...
90% das escolas brasileiras são públicas. 10% das escolas brasileiras são particulares.
Em média, as escolas brasileiras são ruins, sejam públicas ou particulares. Os índices nacionais e internacionais estão bem claros. Mas não se trata …