Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2011

Entendendo a Escola da Ponte

Você certamente já ouviu falar da Escola da Ponte, em Portugal, através da mídia ou de terceiros, às vezes de forma distorcida ou "global", o que dá na mesma, rs. Assista agora a um vídeo elaborado pelo amigo Mauro, que mostra o depoimento de um dos fundadores da escola. Belo exemplo para o nosso país, onde os alunos mais inteligentes, os líderes, aqueles que não se adaptam ao autoritarismo da escola e à mesmice das aulas, são simplesmente expulsos e recrutados pela marginalidade.



Mais sobre a Escola da Ponte:

Fechamento de escolas e evasão escolar

Leia, no blog da Elaine Tavares, o texto Governo catarinense fecha escolas em Florianópolis. As novas gerações são privadas de oportunidades e o motivo é o mais absurdo possível: "evasão escolar". Em lugar de sanar as causas pelas quais crianças e jovens se afastam - ou são afastados - da escola, aproveita-se a situação para realizar práticas inconfessáveis.

Lembramos aqui o fechamento de quase 400 escolas na rede estadual de São Paulo, a partir da gestão de Rose Neubauer, escândalo que nunca mereceu o interesse da mídia, empenhada em realizar "deseducashows" como a série exibida recentemente pelo Fantástico. Leia nosso antigo post Ex-escola?clicando aqui e veja como o Brasil continua andando na marchá-ré do desenvolvimento.

Para os interessados no assunto evasão escolar, seguem alguns posts antigos que podem informar sobre essa calamidade nacional:

São Paulo é o campeão!
Estudo do IBGE mostra que em 2004 o Estado de São Paulo era o campeão da evasão escolar. O que…

FELIZ NATAL!

Que saibamos sempre cuidar dos pequeninos!

Leonardo da Vinci: Madona, Jesus e Sant'Ana

Cremilda, a voz de Deus

A reportagem do Zero Hora foi publicada no dia 12/11/2010

Zero Hora ouviu Ferreira na quinta. A seguir trechos da entrevista por telefone.
carlos.wagner@zerohora.com.brZero Hora — Você agrediu a professora Jane?Rafael Soares Ferreira — Não foi uma agressão.ZH — Mas ela está com vários ferimentos. O que aconteceu?Ferreira — Expliquei que a qualidade da apostila havia comprometido meu desempenho. Então, a senhora (Jane) ficou agressiva. Várias vezes o segurança entrou na sala. Ela insistia que eu não tinha o perfil para o curso e que deveria desistir. Queria que eu assinasse um papel. Fiquei em pânico, tinha medo de ser agredido. Disse que queria sair e que voltaria no outro dia.ZH — Eles o impediram de sair?Ferreira — Sim, o segurança impediu e ela entrou no meio. Eu queria fugir, e rolamos pelo chão.ZH — Há relatos de que você a atacou com cadeira e depois a socos. Isso aconteceu de fato?Ferreira — Eu estava sendo agredido e sufocado. É só isso que sei. A minha grande preocupação é co…

A escola tabu nº 43 - Sexta mensagem da mãe do aluno expulso

Nova mensagem dessa mãe mostra mais mentiras da diretora da escola, que agora inventou o pretexto de mau comportamento do aluno, para justificar sua expulsão. A "cereja do bolo" foi a diretora mandar a mãe dar uma surra no filho. Pedimos ao professor João Palma que nos informe o nome da pessoa da Diretoria de Ensino que está cuidando do assunto, para que essa mãe entre em contato direto e finalmente possa resolver o problema.

Fui dia 15 na escola, falei com a diretora e ela me disse que eu devo ir dia 3 de janeiro procurar escola para ele, que se deixar para ela transferir ele vai para a pior escola, "João Climaco". Bom eu disse: vcs tem de me falar o motivo, sou mãe dele, preciso saber o que aconteceu, aí ela me disse que ele não deixa ninguem estudar, que ele atrapalha a classe inteira, que a escola fez de td. Aí eu disse: fez? e pq nao me chamaram? Ela disse:claro ki vc sabe, veio o ano inteiro aki. Aí eu falei: se eu vim o ano inteiro não era para ele estar com …

Gustavo Ioschpe: enfrentar o conflito

Independentemente da reportagem da Veja sobre a educação em Xangai, que traz informações importantes e convida a uma boa reflexão, segue o link de uma entrevista de Gustavo Ioschpe para Salomão Schvartzman, onde mais uma vez Gustavo fala claramente da necessidade de "enfrentar o conflito", ou seja, acabar com o domínio da corporação nas escolas, cujo compromisso, infelizmente, está longe de ser com o aluno. Assista ao vídeo da entrevista clicando aqui.

Corajosamente, Gustavo declara que o Brasil comete um crime, pois 51 milhões de pessoas que estão no sistema de educação básica estão sendo enganados. Tomara que outras vozes se juntem à dele, mostrando finalmente que "o rei está nu" e promovendo mudanças na sociedade.

Seguem os links para posts antigos sobre textos de Gustavo Ioschpe, que divulgamos há anos e já inspiraram muitas boas discussões aqui no blog:

O coitadismo do professor
A frescura do multifraturado
É possível educar em casa?
A tensa relação entre família…

A escola tabu nº 42 - Quinta mensagem da mãe do aluno expulso

Nada é tão ruim que não possa piorar!!! Segue mais uma mensagem recebida hoje dessa mãe, sendo que estamos informando o nome da escola, pois até o momento não houve qualquer sinal de solução por parte da Secretaria da Educação, para onde encaminhamos o assunto, aos cuidados do Vice Secretário, João Palma. Trata-se da EE Prof. Genésio Machado, em Sorocaba.
Estou ficando apavorada, pois aqui não consigo nada a respeito da rematrícula do meu filho, voltei falar com a supervisora de ensino, ela conversou com a diretora da escola e veio com muita calminha falando que não tem problema, no começo do ano eu volte a falar com ela para ver onde ele vai ser transferido. Então significa que ela não resolveu nada e que meu filho vai ser mesmo expulso. Eu perguntei à supervisora quanto ao fato da vice diretora ter dado os meus dados para a família do menino com o qual meu filho brigou fora da escola. A vice diretora me colocou contra a outra familia, e tbm colocou a outra família contra mim...e ela…

A escola tabu nº 41 - Quarta mensagem da mãe do aluno expulso

Esta última mensagem recebida da mãe do aluno expulso é de enorme sensatez:
Esses professores precisam voltar à escola para aprender, talvez uma escola de boas maneiras possa dar início a um novo modo de lidar com nossas crianças. Pois eles conseguem acabar com todos os sonhos das crianças, chegam a falar à classe inteira que todos serão lixeiros quando crescer. Esse é modo de tratar nossas crianças?
Recapitule a saga dessa mãe clicando nas mensagens anteriores:
Primeira mensagemSegunda mensagemTerceira mensagem

A escola tabu nº 40 - Terceira mensagem da mãe do aluno expulso

Ó senhor presidente, ó senhor ministro, escuta: o menino foi à escola e escreveu a sua mãe: estou desesperado. Escuta quem tenha ouvidos: os meninos do Brasil fenecem entre retórica, montanhas de papel e medo. Entre ladrões, como Cristo na cruz.Adélia Prado, do livro Solte os cachorrosEsse fragmento de texto de Adélia Prado reflete bem o tipo de mensagens e apelos que recebemos dos pais e alunos da rede pública, há mais de vinte anos. Infelizmente, o Brasil está dividido: de um lado os formadores de opinião, cerca de 14% da população, com seus filhos na rede particular de ensino, do outro o assim chamado "povo", cerca de 86%, com seus filhos na rede pública. Já cansamos de falar aqui que não fazemos a apologia da escola particular, de modo geral tão ruim quanto a pública, mas podemos afirmar que é mais difícil a ocorrência de situações extremas, conforme relatos dos pais e alunos que nos procuram. Além disso, os formadores de opinião, inclusive e principalmente os jornalista…