Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2012

Crime contra a humanidade

Imagem
Hoje, como ontem, o mundo dito civilizado despreza o diferente. Nossa escala de valores segue passo a passo a lavagem cerebral que recebemos desde a infância e nosso olhar não vai muito além do nosso próprio umbigo.

Ocupada em assistir e comentar a nova novela das nove, a sociedade brasileira ignora o crime contra a humanidade que está sendo cometido em seu próprio território, por seu próprio governo. Quem cala, consente...
Basta comparar alguns trechos da carta da comunidade Guarani-Kaiowá de Pyelito Kue/Mbarakay-Iguatemi-MS para o Governo e Justiça do Brasil, datada de 8 de outubro deste ano, com a mensagem enviada em 1855 pelo cacique Seattle, da tribo Suquamish, do Estado de Washington, ao presidente dos Estados Unidos, para percebermos que o nosso espírito de humanidade continua nas trevas, a ponto de não nos incomodarmos com esse novo genocídio. Quanta sabedoria, nas palavras desses índios; quanta ignorância, em nossa omissão!
Cacique Seattle, em 1855 O grande chefe de Washington ma…

A escola que deseduca XIV - Que educadores são esses???

Fiquei com muitas dúvidas sobre a categoria em que deveria inserir este post. O certo seria na série "A escola tabu", mas, graças à menina Isadora, que criou o Diário de Classe mais lido do Brasil, os maus tratos e o abuso moral de que são vítimas nossos alunos da rede pública de ensino começam a ser divulgados em larga escala, através do Facebook. Eles mostram claramente como a escola pode também deseducar nossos alunos, de forma inclusive a provocar traumas.
Vejam por exemplo este vídeo e os comentários da Isadora, clicando aqui. Muito revelador este trecho do comentário dela:
"Quando postei um vídeo dia 25-09 de uma professora sendo agredida por um aluno, até agora tem 17.121 curtidas, 8.575 comentários e 26.953 compartilhamentos, tá postado aqui, é só olhar. Sabe quantos professores reclamaram da filmagem de celular do aluno nesse vídeo? Não vi nenhum... Agora, quando um aluno filma mostrando um professor agindo assim, eles são vítimas de uma ditadura das redes sociai…

Aluno impedido de entrar na aula: a SEE continua lamentando?...

Imagem
No dia 8 de setembro publicamos o caso de uma aluna proibida de entrar na escola  por ter chegado com 8 (oito) minutos de atraso. Leia o texto clicando no link: A Secretaria da Educação lamenta?...
A história dessa aluna só foi parar na mídia porque se tratava de uma menina sem teto despejada do prédio onde estava abrigada e que precisou passar a noite acampada na rua, por isso se atrasou no dia seguinte, ao chegar na escola.
A Secretaria da Educação teve que responder à Folha de São Paulo, que questionou o comportamento da escola, e se posicionou desta forma, conforme publicação no próprio jornal: 
"A Secretaria da Educação do Estado lamentou que a aluna tenha sido impedida de assistir à aula e disse que o conteúdo seria reposto. Afirmou ainda que ia apurar a conduta da agente que atendeu Paula e Júlia."
Naquela ocasião, questionamos à Chefia de Gabinete da Secretaria da Educação, através do Twitter, da seguinte forma: a SEE disse que lamentou a aluna ter sido impedida de entrar…

Entrevista com professor brasileiro na Inglaterra: confira!

Imagem
Excelente entrevista com o professor brasileiro Deivis Dutra Pothin, que mora em Londres e trabalha na St Luke’s CE Primary School. Parabéns, professor, volte logo para o Brasil!!!


Leia um trecho:


CULPAR O ALUNO PELO INSUCESSO É FALTA DE PROFISSIONALISMO


Zero Hora – Depois de conhecer o sistema britânico de ensino, houve alguma mudança na sua percepção da situação educacional brasileira?
Pothin – Uma das primeiras coisas que aprendi logo que comecei a lecionar aqui é que culpar o aluno pelo insucesso é falta de profissionalismo e injusto com o próprio aluno. A mentalidade aqui na Inglaterra é de que é responsabilidade do professor preparar aulas que sejam interessantes, que desafiem os alunos e que promovam aprendizado. Outra mudança marcante na minha percepção da situação educacional brasileira é a falta de preparo do professor e de muitos coordenadores pedagógicos em promover aprendizado de todos os alunos. Sabe-se que ainda é prática comum em muitas salas de aula brasileiras a cópia ou…

A voz dos pais nº 5 - Pais esclarecendo outros pais

Imagem
Recebemos hoje uma linda mensagem de Sonia Regina, uma mãe que nos escreve há algum tempo e em cuja escola os alunos são tratados aos berros, alguns professores os chamam de "burros" e os humilham na frente dos colegas, a direção da escola grita ou ironiza os pais que se atrevem a fazer alguma crítica. Além disso, a aula vaga corre solta, o bullying é praticado sem que haja qualquer trabalho pedagógico para incentivar os alunos à prática da solidariedade, aliás, em alguns casos são os próprios "docentes" a praticá-lo contra os alunos que lhes foram confiados...
Muito triste, mas nada diferente do que ocorre na maioria das escolas, não é mesmo? A diferença, quem a faz, são pais e mães como a Sonia Regina. Segue sua mensagem e nossa resposta:
Quero agradecer  a vocês do Blog EducaFórum... pois graças a ele venho aprendendo como defender meus filhos em uma escola pública. Lendo o Blog de vocês descobri que nós pais não estamos sozinhos e que sim podemos entrar em uma esc…

A escola tabu nº 65 - Qual é o pior crime?

Imagem
A mensagem que recebemos hoje de uma mãe vem mais uma vez confirmar que, na rede pública paulista, o aluno não passa de um número a serviço da corporação. A escola em questão é uma das "queridinhas" da Secretaria, com nota do IDESP suficientemente alta para garantir bônus e benesses para professores, funcionários e diretoria. 
O aluno? que não se atreva a ameaçar a meta atingida pela escola! Assim, por qualquer motivo fútil, ele é expulso. Leia a mensagem dessa mãe: 

Hoje estou precisando desabafar, estou triste, sou mãe e me sinto a pior de todas. Fui chamada hoje para retirar meu filho da escola porque ele atrapalhou a meta que a escola tem que alcançar em 40 dias. Meu filho foi parar na diretoria porque jogou o caderno no colega e segundo o diretor meu filho gritou com ele, assim disse que vai reunir o conselho e expulsá-lo... Ouvi meu filho também, ele tem 10 anos e distúrbio de atenção, mas durante este ano inteiro ele teve bom comportamento, não teve ocorrência nenhuma e…

Mês... de quais crianças?...

Imagem
O verdadeiro aniversário do Estatuto da Criança e do Adolescente foi ontem, 12 de outubro. Ele entrou em vigor em 1990. Embora o Brasil seja um dos campeões mundiais de matança de crianças e adolescentes, tem muita "gente boa", cristã, temente a Deus, cumpridora dos seus deveres e pagadora dos seus impostos, que quer que eles sejam mais presos, em lugares piores e mais cedo... e se der, por que não para a vida toda? Por que não pena de morte? Afinal, nos Estados Unidos tem...

Esses pais e mães de família voltam-se contra os miseráveis, pedindo mais penalidades, mas são incapazes de lutar pela aplicação do Estatuto. São incapazes de assinar uma petição na internet porque "pode pegar depois", mas votam em assassinos declarados e espalham ódio em suas falas e escritos.
Que os poderes maiores que nós protejam as crianças e adolescentes das balas e das pancadas, da fome, da pobreza, das doenças, da exploração sexual, do frio, do desamparo, das humilhações, do racismo, do …

EE Prisciliana Duarte de Almeida - O fim da linha

Imagem
Algumas escolas da região de Parelheiros têm sido castigadas por um grupo de professores e funcionários que provocam a discórdia dentro da comunidade escolar. Assim têm sido com a EE Lucas Roschel Rasquinho, a primeira das escolas cuja comunidade nos pediu ajuda, veja o histórico clicando aqui.
Esses professores e funcionários querem ter o direito de "ir e vir" à hora que bem entendem dentro das escolas, ou seja, não há pontualidade, assiduidade ou seriedade no trabalho pedagógico. Os poucos diretores que se atrevem a lhes cobrar trabalho, a lhes negar o ponto ou a se queixar deles à diretoria de ensino, são vítimas de complôs e manobras de toda sorte, visando seu afastamento. A estratégia usada é sempre a mesma: insuflar os alunos à baderna e a comunidade à revolta contra os diretores, chamando inclusive a mídia na porta da escola (na foto, membro da APEOESP durante manifestação em frente da EE Lucas, durante licença-prêmio da diretora).
Assim, a diretora da EE Lucas Roschel …

A voz dos pais nº 4 - Como fica o aprendizado?

Imagem
Recebemos mais uma mensagem de uma mãe, desesperada pela falta de compromisso e de retorno da escola dos filhos. A escola não é "das piores" do Estado (não é piada!), pois o IDESP 2011 está entre a nota 2 e 3...
Sou mãe de dois alunos da EE Padre Antão e venho reclamando há algum tempo da qualidade do trabalho  desenvolvido nessa escola. Meus filhos um está na 7ª série do ensino fundamental e outro no 3º ano do ensino médio. O meu filho do ensino médio há meses não tem todas as aulas,  visto que inúmeros professores faltam, fica todos os dias de 2 a 3 aulas sem professor, e por isso ele vive chegando cedo em casa, caderno em branco, sem atividades. Semana passada teve dia sem aula por conta de conselho, depois teatro. Segunda depois da eleição sem aula para arrumar a escola,  amanha 14/10/2012 meu filho do ensino médio mais uma vez não vai ter todas as aulas, pois vão dispensá-los   para uma confraternização do dia dos professores...
E como fica o aprendizado desses adolescent…

A voz dos pais nº 3 - Um caso de superdotação

Imagem
Recebemos dos amigos Claudemir e Cristina a seguinte mensagem e queremos parabenizá- los pela firmeza e  confiança com que buscaram a solução para o problema de sua filha Valéria, perfeitamente alfabetizada aos 6 anos e obrigada a cursar o 1º Ano por razões burocráticas.

Giulia e Cremilda,
Agradecemos por serem uma voz que fala a favor dos pais e alunos, que na maioria das vezes são ignorados pelas escolas, Delegacias de Ensino, Secretaria da Educação. Para eles é como se realmente fossemos mudos, como se não tivéssemos voz, eles nem sequer querem nos ouvir.
Agradecemos pelos textos tão bem escritos, realmente vocês têm o dom da palavra e o usam muito bem.
Graças a Deus e à ajuda de vocês, que nos colocaram em contato com a Secretaria da Educação em um momento em que já havíamos tentado de tudo, quando a aceleração da nossa filha parecia impossível, quando parecia não ter mais nenhuma saída, em conversa com os dirigentes, foi exigido um laudo que comprovasse que a Valeria tinha altas habi…

Beijinhos de coco para Gustavo Ioschpe

Imagem
Querido Gustavo,

Permita-nos chamá-lo de querido. Somos mulheres que teimam em querer ser mães de todos os brasileiros. Que enorme pretensão, a nossa!...
Somos também aquelas que não concordam com você "em gênero, número e grau" - lembra? - mas acompanhamos a sua trajetória com muito interesse e sentimos orgulho deste filho tão corajoso, tão brilhante, tão à frente do tempo!
Seu último artigo na Veja nos deixou comovidas e espantadas! Nele você foi um enorme passo além do que costumamos reivindicar e sugeriu algo hoje inimaginável: que cada escola tenha um Conselho de Escola com um pai (ou mãe, né?...) na presidência. Imaginamos que você deve estar sendo, neste momento, bombardeado por milhares de profissionais da educação indignados com essa proposta. Ou talvez não, talvez eles tenham ficado tão pasmos quanto nós... ou até petrificados! rs
Saiba, querido Gustavo, que temos mais de 20 anos de luta pela democratização dos Conselhos de Escola, veja nosso artigo Gestão participativ…

Expulsão via Conselho de Escola: por que só para alunos???

Imagem
Já falamos aqui exaustivamente da ilegalidade e inconstitucionalidade da expulsão de alunos da escola, principalmente através do Conselho, esse órgão que deveria ser o baluarte da democracia na rede de ensino.
Ontem estivemos novamente no departamento jurídico da Secretaria Estadual da Educação de São Paulo e mais uma vez ouvimos que esse procedimento é "legal". 
Ah, tá! Então, que tal voltar ao hábito de promover julgamentos em praça pública?  No mínimo, eles são abertos e mais democráticos do que as expulsões de alunos pelo Conselho de Escola,  realizadas entre quatro paredes e muitas vezes com a polícia na porta, impedindo a entrada da comunidade no recinto.
Se fosse justo os pares julgarem seus próprios pares, por que, então, professores e funcionários também não podem ser expulsos pelo Conselho de Escola? Por que o Conselho de Escola não pode julgar sumariamente o próprio diretor, quando ele comete irregularidades??? Professores, funcionários e diretores de escola são &quo…

EXPULSÃO: ALERTA PARA OS PAIS DE ALUNOS

Imagem
Se você receber uma intimação para reunião de Conselho de Escola, marcada a fim de expulsar seu filho, saiba que se trata de JOGO DE CARTAS MARCADAS! A expulsão já está decidida e será oficializada em uma sessão onde o diretor da escola (Presidente do Conselho) manipulará os presentes, constrangendo, humilhando seu filho e você mesmo. Não compareça a essa reunião, envie-nos imediatamente um e-mail com a data marcada, o nome da escola, a rede, a cidade e outros detalhes: educaforum@hotmail.com.
A expulsão de alunos é prática ilegal e inconstitucional. Um grupo de pessoas que se unem para praticar ilegalidades não passa de UMA QUADRILHA! Em todas as sociedades, o direito foi criado para acabar com os julgamentos em praça pública, onde qualquer um podia dedar e acusar inocentes. Um Conselho de Escola que se reúne para expulsar alunos está resgatando essa prática, com o agravante de fazê-lo de portas fechadas. Veja um caso típico: leia clicando aqui, onde uma diretora de escola chamou a po…

A voz do educador 1 - Contra a expulsão de alunos

Imagem
Estamos inaugurando uma nova seção, dando voz aos educadores que nos escrevem apoiando os alunos. Infelizmente são poucos e essa é a diferença entre o professor e o educador. Segue o depoimento de Marina, diretora de uma escola pública de Minas Gerais, que se indignou com ocaso de expulsão da aluna de Biguaçu:
Estou Diretora de uma Unidade de Ensino onde somos eleitos pela comunidade escolar....e minha prática é de conquista dos estudantes, é de atitudes inclusivas...  não entendo como essa diretora consegue agir dessa forma. Olha que enfrento situações delicadas com alunos... mas jamais passa pela minha mente a exclusão... não meço esforços para ajudá-los... conquistá-los... motivá-los.... e sei que não há respaldo em lei para expulsão.... e depois a função da escola não é essa... eu realmente não entendo nem aceito. Se marginalizarmos nossos adolescentes, quem estenderá a mão a eles?
A mídia só tem publicado casos de aluno agredindo professor, sem levar em conta que esses casos são a …

Aluna expulsa em Biguaçu, SC

Segue mensagem recebida de uma mãe de aluna de Biguaçu, SC. Mais uma aluna tratada como delinquente, em uma rede de ensino falida! Essa mãe recorreu ao Conselho Municipal de Educação e vamos acompanhar o caso:

Sr. Presidente do Conselho Municipal de Educação

Sr. Presidente, venho por meio desta carta solicitar esclarecimentos sobre em que situações um aluno ou uma aluna podem ser expulsos da escola.
Sei que uma expulsão precede de diversas ocorrências devidamente documentadas (atas), e devidamente assinadas pelas partes envolvidas. Tenho conhecimento também, que há prerrogativas de expulsão quando o aluno ou aluna portam drogas ou fazem usos das mesmas no ambiente escolar, portam armas na escola, roubam a escola e os colegas, agridem professores, ou seja, colocam em risco a vida das pessoas no ambiente escolar.
Tenho uma filha de 15 anos, que estava cursando a 8ª série na EEB Professor José Brasilício, digo, cursando porque minha filha foi expulsa da escola há uns 15 dias, por se desenten…

Massacre do Carandiru: 20 anos de impunidade

Imagem
20 anos após o massacre do Carandiru, vemos as prisões tão lotadas quanto naquela época. Nossos jovens presos por qualquer motivo banal e misturados com presos perigosos. O que poderão aprender numa cadeia? Que nunca mais terão a chance de se reintegrar à sociedade, aquela chance que já lhes foi tolhida quando foram expulsos da escola?
Veja como a situação é delicada: 
"O país tem a quarta maior população carcerária do mundo. São mais de 500 mil presos, literalmente espremidos num complexo penal em que há um crônico déficit de 200 mil vagas. É uma equação perversa: aplicados na prática, estes números se traduzem numa desumana taxa de ocupação de 1,65 preso por vaga (relação que, na América do Sul, só é superada pela Bolívia, com 1,66).
Em algumas unidades a média explode: no presídio Aníbal Bruno (PE) vai a 3,6 detentos por vaga, e no complexo de Pinheiros (SP) a taxa alcança 2,9. No Presídio Central de Porto Alegre chega a 2,2, a mesma relação presos/vaga do Carandiru à época do ma…